Não há  dúvidas de que treinamentos corporativos são vantajosos e promovem o aumento da produtividade  e dos resultados da empresa. Entretanto, é necessário que as empresas façam um planejamento para que o treinamento seja eficaz para seus negócios. 

Como criar um treinamento corporativo?

Ao planejar um treinamento corporativo, o departamento de recursos humanos da empresa precisa decidir qual o modelo de treinamento mais interessante, considerando a cultura organizacional, missão e visão da empresa. Alguns exemplos de tipos de treinamento são o rodízio de papéis, coaching, gamificação, mentoria, grupo de estudo, entre outros. Decidido o melhor modelo para seu negócio, siga estes 5 passos para garantir que seu treinamento corporativo será eficaz.

Baixe nosso KIT – Como gamificar treinamentos

5 passos para criar um treinamento eficaz

1. Diagnóstico: entender as necessidades, objetivos e metas da sua empresa é essencial para que o treinamento seja focado e adequado para  eles. Fazer o diagnóstico dos colaboradores também é fundamental para entender suas carências e aplicá-las nos treinamentos. Além disso, faça uma pesquisa para seus colaboradores te ajudarem a entender melhor as falhas e os obstáculos a serem superados. 

2. Planejamento:  É neste passo que a escolha do tipo de treinamento deve ser feita. A estrutura e a metodologia do treinamento devem ser  construídas e adequadas às necessidades da empresa e dos colaboradores. Por fim, estabeleça um orçamento para seu treinamento, mas lembre-se se que treinamentos geram ROI, ou seja, o investimento voltará como lucro para seu negócio. 

3. Conteúdo: com estrutura e metodologia estabelecidas, defina um tema para seu treinamento. É interessante que o conteúdo também esteja alinhado com as necessidades, metas e objetivos que a empresa quer atingir. Decidido o conteúdo, inicie  o desenvolvimento dos materiais que serão aplicados no treinamento. É importante lembrar que a elaboração do material varia de acordo com o método de treinamento que será utilizado. As dúvidas e questionamentos devem ser solucionados neste passo, antes da implementação do treinamento, para não afetar a fluidez durante a sua execução. 

4. Implementação: após analisar as necessidades da empresa através de um diagnóstico, fazer um planejamento e estabelecer conteúdo do treinamento, está na hora de implementar o treinamento para seus funcionários. O tipo de implementação varia de acordo com o método de treinamento escolhido (gamificação, mentoria, rodízio de papéis, grupos de estudo, etc).

5. Avaliação: mensurar os resultados e fazer uma avaliação do treinamento é importante para medir a sua eficácia e possivelmente aprimorá-lo. Apesar dos 4 primeiros passos terem sido executados corretamente, os resultados podem trazer insights e feedbacks para os colaboradores e empresa. Além disso, a avaliação pode e deve ser usada para aprimorar futuros treinamentos.


No nosso post sobre tipos de treinamentos corporativos, explicamos a importância de treinamentos corporativos e como eles podem afetar positivamente um négocio. Entretanto, é necessário que ele seja bem planejado e executado para que seja benéfico para seu negócio. Ao seguir os 5 passos acima, você pode aumentar a produtividade dos colaboradores e diminuir sua rotatividade, além de melhorar o clima organizacional e deixá-los mais confiantes. Com isso, sua empresa tem chances maiores de se destacar frente às concorrências. 

Metrifique seus treinamentos com a nossa ferramenta de gamificação para treinamentos

Deixe uma resposta